make-a-donation.png

Av. Eng. Márcio Duarte Ribeiro 500
Jardim do Lago 2 - Campinas/SP
CEP: 13051-058

+55 (19) 3256.1966

contato@eufraten.org.br

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn ícone social
  • YouTube

EDUCAR-SE, EDUCANDO COM AUTOCONHECIMENTO

O PROPÓSITO

CONHECE-TE A TI MESMO

Para nós, a palavra Eufraten significa autoconhecimento ou conhece-te a ti mesmo. É um símbolo criado especialmente para associar os ensinamentos da antiga Grécia e um dos maiores representantes da filosofia: Sócrates.

MISSÃO

Consolidar os conhecimentos da Heulosofia, para promover a transformação do comportamento humano, e abrir novas fronteiras para a construção da consciência.

 

VISÃO

Ser um modelo de comportamento para uma nova sociedade quântica, com princípios éticos, construídos sob uma nova compreensão do homem e do universo.

 

VALORES

Respeito a todas as crenças, etnias, culturas que ampliem a compreensão da  vida e valorizem a natureza e todos os seres.

NOSSA HISTÓRIA

A semente da Fundação Eufraten teve seu início na busca pelo autoconhecimento de seu Fundador, Paulo Zabeu. Desde muito cedo, aos 10 anos, descobriu seu interesse em observar e compreender a natureza, o comportamento dos animais e do ser humano, uma vocação que o transformou em Pesquisador, Educador e Filantropo. Aos 19 anos, realizou incansáveis leituras e pesquisas sobre teosofia, filosofia e metafísica. Nesta idade, estimulado por um artigo lido numa revista, iniciou também a prática do Yoga e da Meditação, buscando aprofundar seus estudos e seu autoconhecimento.

 

Com base em suas pesquisas e experiências formatou  seu conhecimento através da compreensão de que as mudanças produtivas em nosso comportamento devem iniciar individualmente, de dentro para fora, em todos os ambientes de nossa vida. Identificou que para isso, precisamos construir em nós mesmos as 2 asas da sabedoria, que são: o conhecimento e a virtude. Concluiu ainda, que a maioria dos erros humanos ocorre pela nossa ignorância, ou seja, o desconhecimento das 6 perguntas essenciais da vida: O que sou? De onde vim? Onde estou? Como estou? Porque estou? Para onde vou?

 

As duas premissas, a transformação deve ocorrer individualmente e que precisamos construir as duas asas da sabedoria, nortearam a sua vida e culminaram na definição de que o Autoconhecimento é o principal caminho para que possamos encontrar as respostas a estes questionamentos e o mais curto para a conquista da Autorrealização.

 

Com base em sua conclusão, a partir de 1978, começou a compartilhar seus estudos e reflexões com mais pessoas, bem como estimulá-las a vivenciar o trabalho voluntário, forma escolhida para experenciar na prática o autoconhecimento e campo fértil para o desenvolvimento das virtudes.

Podemos dizer que desde criança, dedicou-se à prática do educar-se, educando com autoconhecimento. Máxima que norteia, até hoje, todas as ações realizadas pela Fundação Eufraten.

 

Com suas mãos educadoras iniciou a construção dos espaços “Paideias”, verdadeiros Campus do Autoconhecimento, por onde já passaram milhares de pessoas, que despertaram para um novo padrão de comportamento, e que já ultrapassam a terceira geração de educandos.

 

Paulo Zabeu, dedicou-se a construir parede por parede, formando na época o primeiro salão onde os voluntários reuniam-se para estudar a ciência do autoconhecimento e planejar a expansão do trabalho.

O primeiro espaço foi o local onde hoje funciona o Instituto Oikon, Organização parceira da Eufraten, localizada na Vila Nogueira, um espaço voltado para realizar pesquisas sobre o desenvolvimento humano, práticas de Yoga Heulosófico, meditação, cursos e palestras, foco também de seu pai o Sr. Antônio Sousa Ramos, que em 1954, já realizava estudos metafísicos e preocupava-se com a melhoria do ser humano.

 

Atualmente o Instituto Oikon, dedica-se a finalidade científica, cedendo à Eufraten, que atua no campo educacional, sua metodologia na prática do Yoga Heulosófico e da meditação, bem como realiza pesquisas que promovem o desenvolvimento da Ciência do Autoconhecimento, a Heulosofia, criada por Paulo Zabeu em sua Cosmovisão e base da Pedagogia Heulosófica aplicada na Fundação Eufraten. 

Na década de 80, o Brasil era considerado uma economia do  terceiro mundo, os bairros periféricos de Campinas viviam em completo abandono e carência de recursos básicos como educação, saúde e assistência humana. Neste cenário,  compreendendo, que só mudamos a sociedade educando a nós mesmos, Paulo Zabeu, com uma pequena equipe de voluntários, edificou em 1981, o 1º Campus do Autoconhecimento da Fundação Eufraten, no Bairro do Descampado, hoje conhecido como Vila Palmeiras.

 

Esse bairro foi escolhido por Paulo Zabeu, por ser, na época, o mais distante, cerca de 30km do centro de Campinas, e estar em grande abandono de recursos de toda ordem como: falta de saneamento básico, escolas, posto de saúde, farmácia, assistência social, enfim promoção dos valores e necessidades básicas do Ser humano.  

 

Ele solicitou à prefeitura de Campinas, um terreno para construir um espaço onde pudessem ser realizadas atividades socioeducativas, voluntariamente, com as crianças, adolescentes e famílias do bairro.

 

Seu pedido foi atendido, mas o terreno doado pela prefeitura ficava num brejo, numa região íngreme e coberta por sapê e taboa. Apesar das dificuldades que sabiam que enfrentariam para transformar o espaço, os lindos lírios do campo que haviam em uma parte do terreno traziam a arte e a determinação que a equipe de voluntários precisava para continuar o trabalho.

 

Iniciou então o movimento voluntário com muita força, compromisso e simplicidade. Com auxílio de enxadas e com as mãos, que ficavam muito doloridas, o sapê foi arrancado, mas o trabalho era um bálsamo de conforto e união para o grupo que a cada sábado expandia sua força interna para enfrentar as adversidades da vida com mais coragem.

Uma casinha de eucalipto coberta de sapé, foi feita pelos jovens voluntários para acolher as crianças, jovens e seus familiares. Todos os sábados, atividades diversas eram feitas em roda, com a comunidade que lá se reunia. Ali iniciou-se a construção da Pedagogia Heulosófica, método criado por Paulo Zabeu para educar-se, educando com autoconhecimento.

 

As atividades iniciavam com a roda de Harmonização, onde  todos praticavam exercícios do yoga e meditação para acalmar a mente, e sempre após as atividades, era feita a  roda de reflexão, onde a  Maiêutica e o Peripatético, aplicativos desenvolvidos pelo Filósofo Sócrates – Pai do Autoconhecimento,  eram utilizadas para levar a todos à aprender observando a si mesmo e a natureza e a refletir, construindo um novo padrão de comportamento.

Posteriormente, a prefeitura com o uso de tratores fez platôs, para melhor aproveitamento do local. Então, com trabalho voluntário e participação da comunidade, iniciou-se a construção do prédio inaugurado em 1986, nascendo assim o 1º Campus do Autoconhecimento.

 

Em 1987 a Fundação Eufraten é oficializada como uma OSC, sem fins lucrativos de caráter socioeducativo. Depois de inaugurada, o 1º Campus de Autoconhecimento da Eufraten foi sede por 3 anos (1988-1990) da Escola Municipal noturna de alfabetização para adultos, e durante a semana, da Primeira Escola de Ensino Fundamental do bairro, que foi chamada de Escola Estadual de Primeiro Grau “Francisco de Assis”.

Além da parceria com as escolas, para que a comunidade tivesse acesso à educação básica, a Fundação Eufraten passou a oferecer atendimento médico e odontológico às crianças, adolescentes, jovens e famílias, todos os atendimentos eram realizados por profissionais voluntários, que além do seu trabalho faziam campanhas para arrecadar remédios e produtos de higiene para auxiliar na melhoria da qualidade de vida da comunidade.

 

O trabalho foi crescendo, os voluntários aumentando e o número de crianças atendidas se multiplicando. Bazares eram feitos para que as pessoas do bairro comprassem roupas usadas por um bom preço. Desta forma, recebiam o benefício, mas com dignidade.

 

Em 1990, como fruto do trabalho produtivo em prol do bem comum, a Fundação se expandiu. Com uma campanha muito determinada na venda de pizzas, a Eufraten comprou uma área de 2 alqueires, que pode ser descrita como um santuário natural, devido à natureza existente no local. Hoje, sede definitiva da Fundação Eufraten, nossa cidade do Autoconhecimento.

Em 1991, foram ampliadas nossas atividades educacionais para a Rua Moscou e no Cafezinho, ambos no Bairro Vila Nogueira, na cidade de Campinas. Foram atendidas dezenas de milhares de crianças, jovens e suas famílias, por mais de 10 anos. Devido a mudanças na comunidade e na prefeitura de Campinas, suas atividades foram se encerrando naturalmente.

Em 1992, mais um passo muito importante foi dado para ampliar o atendimento à comunidade, foi criado o CENOPE – Centro de Educação Natural e Orientação Profissional Eufraten, que oferecia, durante a semana, aos jovens cursos profissionalizantes.

Em 1994 foi incorporado à Eufraten a ONG  “Oásis de Luz” que fica localizada em Francisco Morato/SP, onde até hoje, um grupo de voluntários todos os sábados realizam atividades socioeducativas com crianças e adolescentes.

Em 1997, a Fundação Eufraten deu entrada em seus registros públicos e em 2000 conseguiu o registro de Utilidade Pública Federal.

 

Em 2001, visando levantar recursos para a sustentabilidade do atendimento feito às crianças na Fundação Eufraten e a divulgação do Yoga Heulosófico, o Instituto Oikon, abriu suas primeiras turmas de yoga para alunos pagantes.   

 

De 2002 até 2018 a Fundação Eufraten se consolidou em um Campus Educacional de aplicação da Pedagogia Heulósofica. Ela evoluiu e constituiu o Colegiado de Educação Heulosófica com o objetivo de promover treinamentos para a formação de seus educadores e a criação de estatísticas de acompanhamento dos resultados nas atividades da educação. Esta iniciativa, possibilitou a formatação de uma didática mais moderna para os planos de aula aplicados nos Campus de Autoconhecimento, jamais esquecendo da prática da maiêutica e do ensino peripatético.  Aperfeiçoou-se também a implantação do Yoga Heulosófico no início das atividades educacionais e a criação de temáticas mais voltadas para o educar-se, educando com autoconhecimento, desenvolvendo o potencial interno das crianças e jovens atendidos.

Foi concretizada a parceria com o CDI – Comitê para a Democratização da Informática – Campinas e com a Empresa Agis Distribuição para abertura dos cursos de Informática e Cidadania, foram realizados Encontros de Jovens, Encontros das Crianças, Olimpíadas, Excursões Culturais, Encontros de Educadores, tudo visando a qualidade no desenvolvimento humano dos atendidos.

Em 2004, recebeu a doação dos direitos autorais dos livros “5 Regras para Vencer os Seus Limites” e “Faça Você Mesmo o seu Destino” de autoria de Paulo Zabeu, contendo os conhecimentos adquiridos pelo autor, resultado de seus estudos e pesquisas sobre o comportamento humano.

Nos anos que se seguiram foi possível com a prática nas atividades desenvolvidas, promover mais qualidade no trabalho dos educadores e no atendimento aos educandos, pois os livros ajudaram a maior compreensão do comportamento humano e a construção de ferramentas que possibilitam o desenvolvimento mais amplo das crianças, jovens e adultos no processo do autoconhecimento.

 

2007 foi um ano muito importante para a Fundação Eufraten, neste ano foram implantados em parceria com a Prefeitura Municipal de Campinas os Programas Socioeducativos e Protagonismo Juvenil  para crianças, adolescentes e jovens, de 2ª a 6ª feira no contra turno escolar no Campus 1; bem como, foi a expansão do Yoga Heulosófico com início do curso de formação de Professores de Yoga Heulosófico, que hoje encontram-se em sua 3ª turma no Instituto Oikon.

Em 2008 a Fundação Eufraten implantou, também em parceria com a Prefeitura Municipal de Campinas, os programas: Centro de Convivência Intergeracional e Protagonismo Juvenil  no contra turno escolar de 2ª a 6ª feira na Cidade do Autoconhecimento e iniciou o curso de inglês com o trabalho voluntário de profissionais da empresa IBM.

 

Em 2009 lançou em parceria com o Instituto Oikon o DVD do Yoga Heulosófico na livraria Cultura. Uma produção dirigida por voluntários e realizada por profissionais que doaram seu tempo, equipamentos e tecnologia, resultando num trabalho de qualidade para contribuir com a sustentabilidade de suas ações.

 

A partir de ano 2010, inicia-se um novo momento de sua história; Paulo Zabeu, agora com muitos voluntários dispostos e comprometidos com a Eufraten, retoma o Projeto “Construindo com as próprias mãos” com o ideal de construir, ambientes de aprendizagem para as crianças e jovens, inspirados na cultura da Grécia antiga, utilizando restos e doações de obras como rochas, cacos de granito, vasos, mudas de flores e árvores, além de pedaços de calçamento de concreto, pedras encontradas nas estradas e estátuas quebradas. Juntos edificam a arte, inspirando em cada ambiente a ciência do autoconhecimento. Em 2013 se estabelece a sede da Eufraten na Cidade do Autoconhecimento.

A busca por recursos financeiros para manter nossas atividades, aprimorar e ampliar as ações com qualidade, sempre foi um desafio presente que impulsiona nossa diretoria, voluntários e profissionais, resultando em muitas conquistas como à capacidade de organização, disciplina e superação para seguir sua vocação e atingir os objetivos traçados ano a ano, dentre eles a autossustentabilidade.

 

Visando consolidar seu caminho para a autosustentabilidade fortalece ainda mais a parceria com o Instituto Oikon, sua ONG irmã, com o compromisso e missão de levar a Heulosofia – ciência do autoconhecimento a todos, através da formatação de cursos, palestras e workshops pagos,  bem como, continuar com as práticas do yoga e meditação, para pessoas físicas e em ambientes corporativos, revertendo parte de sua renda para manter os trabalhos educacionais da Eufraten.

 

Ao longo do tempo a Fundação Eufraten recebeu diversos reconhecimentos e homenagens:

 

2015 a 2018 – Premiação, certificações e reconhecimentos:

 

O Premio RAC SANASA pela construção com as próprias mãos dos ambientes de aprendizagem das crianças e adolescentes.

A Certificação de Mérito Cultural Carlos Gomes da Sociedade Brasileira de Cultura e Ensino.

O Certificado de Mérito Educacional Prof. Darcy Ribeiro pela Pedagogia Heulosófica.

Ainda em 2018 foi homenageada no Fórum Campinas pela Paz, com a presença do Pacifista Indiano Arun Gandhi, por difundir a paz nas comunidades onde atua.

Um marco de reconhecimento para a Fundação Eufraten foi o convite recebido pelo Paulo Zabeu para conhecer a Universidade de Sorbonne em 2015.

Em 2018 foi convidado a palestrar no 13º Simpósio Internacional da Consciência e Autoconhecimento. O tema de sua palestra foi “Consciquântico, além das fronteiras da consciência”.

Atualmente mantém seus programas socioeducativos através de parcerias com a Prefeitura Municipal de Campinas, Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Empresas apoiadoras, contribuições espontâneas como destinação de IR pessoa física e jurídica, Nota Fiscal Paulista, doações, empenho de voluntários na realização de eventos beneficentes, e através dos cursos oferecidos pelo Oikon – Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Humano.

Várias comunidades no entorno de seus Campus, se beneficiam deste trabalho, reconhecido pela população em Campinas e pelos parceiros da organização como um diferencial na formação do comportamento humano.

Durante todos esses anos a força e o compromisso do trabalho voluntário tem sido essencial para a sua autossustentabilidade. Realizando: jantares, bazares, feiras da fraternidade e eventos sociais beneficentes, arrecada fundos para a manutenção das atividades educacionais além, de promover a integração entre voluntários, amigos e comunidade.

Cosmovisão de Paulo Zabeu está presente em todos os espaços e conquistas da Fundação Eufraten até hoje. Sendo a expressão Educar-se, educando com autoconhecimento a máxima que move este ideal e a coluna que sustenta todo trabalho.

A dedicação de nosso fundador pela união das duas asas da sabedoria, o conhecimento e a virtude através do autoconhecimento, culminou em uma vida dedicada à pesquisa do comportamento humano e ao educar-se educando com autoconhecimento. Hoje, como um fruto maduro, o nascimento da Heulosofia – a Ciência do Autoconhecimento é um presente conquistado por toda equipe de voluntários da Fundação Eufraten que trabalham juntamente com Paulo Zabeu há mais de 40 anos.

 

A Fundação é um campo de desenvolvimento humano, seus conhecimentos são apresentados em cursos, workshops, encontros, palestras e monografias de teses em graduação e mestrado e a sua sede tornou-se uma verdadeira Cidade do Autoconhecimento.

 

Finalmente, nossa intensão é expandir, dividindo com a nova geração de profissionais, todo o seu manancial de conhecimentos adquiridos nas ultimas 4 décadas através de cursos superiores.